A Polêmica vacina contra o H1N1

Essa história de vacina contra a gripe A está dando o que falar. Uns dizem que vão dar a vacina nos filhos, outros dizem que não, uns falam que o pediatra disse pra dar, outros que era pra não dar…confesso que fiquei sem saber o que fazer.

Já ouvi falar cada coisa, viu? Que a vacina é unica e exclusivamente para dar lucro para os laboratórios, que não funciona, que dá terríveis reações, que esse ano o vírus será outro e blablabla.

E ainda tem a  mídia, toda hora falando nisso, tirando “dúvidas” e mais “dúvidas”que só deixam a gente mais confusa…

Perguntei pra pediatra da Alice se devo dar e ela meio que fez uma cara de paisagem…não sei se não escutou…mas não me disse se eu devia dar ou não.

Mas já decidi: eu vou vacinar ela mesmo assim!!!! Prefiro dar lucro pros laboratórios e prevenir a minha filha.

No blog Mami Canguru (ótimo, por sinal!) um pediatra esclarece essa função toda. E vocês, mamães, como estão se sentindo no olho desse furacão de polêmica?

Kaloo é um sonho…

Em 1998, um papai francês quis criar um ursinho diferente para Lucas, seu bebê. Usou materiais diferenciados e cores de  arco-íris. Estava criada a Kaloo (apelido de Lucas), marca maravilhosa de brinquedos, roupinhas, acessórios, perfumes e móveis.


Todas as peças da Kaloo tem design diferenciado e qualidade primorosa.  Sou apaixonada pelo Eau de Senteur, da linha Dragée, que é o perfume da minha pequena.

O que são esses quartinhos, alguém pode explicar?

Ninguém pode negar que essa marca é um sonho…

Feira Bebê & Cia!!!

Quando fiquei grávida,  eu não conhecia nada do mundo dos bebês. Nenhuma loja legal pra gestante, nenhum lugar descolado para comprinhas de enxoval, nada. Além de ter que descobrir tudo “no faro”, ainda era uma maratona: vai na loja tal, estaciona, compra, sai, vai na outra, não tem, estaciona, risca o kit de lençol da lista, ufa!

Sonhava em encontrar tudo junto, no mesmo lugar: lojas, carrinhos, slings, enfeites, lembrancinhas…já pensou? E não é que as sortudas gravidinhas e recém-mamães de 2010 terão esse mimo?

Entre os dias 07 e 11 de abril vai acontecer a Feira Bebê & Cia no Centro de Eventos do BarraShopping Sul. Alémde estar cheinha de expositores  de tudo o que as mamães precisam, ainda terão palestras e desfiles. Achei o máximo e estou louca para ir!

Assim que eu tiver mais novidades sobre essa maravilha, conto aqui. Enquanto isso, dá pra ver o blog fofo da feira neste link.

Investimento

Sou mãe de uma menina de 6 meses. Só estamos nós duas em casa. Como vocês acham que eu estou aqui, na frente do computador, calmamente blogando? A resposta está lá na sala: o DVD Cantando com os Backyardigans. A Alice (e os demais bebês que habitam o PlanetaTerra, do Saara à China) A-M-A!!!! E fica beeeem quietinha olhando. Dá risada, grita e aperta as mãozinhas.

Dá pra fazer tudo: uma jantinha rápida, ir ao banheiro, ler revista…

Deve ter algum alucinógeno naquelas cores todas, sei lá! Só sei que é um BAITA INVESTIMENTO!!!!

Tem pra vender aqui.

Cestinhas de Páscoa

Uma das minhas lembranças de infância mais legais era a de montar a cestinha na véspera da páscoa. Eu e minha prima Marcinha usávamos papel crepom colorido, glitter, recortes de revistas…

Sabe que hoje em dia não vejo criança nenhuma fazendo isso? Algumas nem guardam a cestinha de um ano pro outro. Com a minha filha, quero fazer a cestinha, bem feminina e handmade (apesar de eu ser nota zero para trabalhos manuais). Olhem que lindas essas que eu encontrei navegando na internet!

De tecido, com o nome dos pequenos. Fofo!

Quem se dá bem com máquina de costura tem aí uma inspiração e tanto (viu, Adriana?)!

Essas são as mais parecidas com as que eu fazia quando era pequena.

Imagens: Pottery Barn Kids

Chupeta de luxo

Olhem só que lindo o lançamento da Mama Art: Chupetas e chocalhos cobertos com cristais swarowsky!!!

Não sei dizer para vocês se eu usaria na minha filha. Mas que eu amei, AMEI!

Papinhas da Nestlé?

Hoje vou almoçar com as minhas amigas da faculdade. A Alice vai junto, óbvio, porque será a “estrela” do almoço. Só que ontem na correria não deu tempo de avisar pra babá preparar uma papinha extra nem de eu mesma preparar à noite. Isso quer dizer que eu terei que dar papinha pronta para a Alice. A sensação é de estar oferecendo a ela uma bandeja de lasanha congelada da Sadia, sabem? Aquela com gosto de nada, pura gordura? Pois bem, culpa à parte (esse é um blog SEM CULPA, Magali!!) lá fui eu no super hoje bem cedinho comprar a tal papinha. Tem muitos sabores. Muitos. Podem olhar. Acabei escolhendo duas (caldinho de feijão com beterraba e arroz, feijão e carninha)e na hora vou ver no que dá. Depois prometo contar aqui como foi a experiência. O que vocês acham dessas papinhas? Alguém já deu?

Paris para elas, Londres para eles!

Ah, Londres e Paris…lugares apaixonantes, cada qual do seu jeito: Paris, com seu romantismo, seu estilo clássico e feminino, faz qualquer mulher sentir-se dentro de um conto de fadas.

Já Londres parece robusta com suas paredes de tijolos vermelhos e céu nem sempre azul, porém é aconchegante e acolhedora – como um rapaz bem educado.

Foi com ispiração nessas duas cidades europeias que Vanessa Guimarães criou esses quartinhos dos sonhos de qualquer mamãe. Paris para as meninas, e Londres para os garotos.

Essa combinação de vermelhoe preto ficou um luxo. AMEI!

E essa  decoração para os meninos tá incrível, dá até vontade de fazer um gurizinho right now!

Fotos: Vanessa Guimarães

De peito aberto

Quando eu estava grávida, uma das coisas que mais me preocupava era a amamentação. Eu queria MUITO amamentar a minha filha. Ser seu alimento exclusivererérrimo até os 6 meses de idade, e depois ir dando de mamar até escutar ela dizendo “hummm, que teta bem boa, mamãe!”. Mas nem tudo acontece do jeito que a gente planeja, certo? Só sei que quando a Alice nasceu eu fiquei tão atucanada com isso, só pensava em peito, em horários,anotava até os minutos das mamadas, comia alimentos que ouvia que aumentavam a produção, pesquisei em grupos virtuais….armei um circo para uma coisa que deveria ser natural. E lógico que isso, somado às outras emoções e mudanças da maternidade, fizeram com que eu ficasse exausta! E a minha produção diminuiu – e muito! E  isso me deixava cada vez mais culpada. Como EU, logo EU, que queria tanto amamentar teria que dar mamadeira para a minha filha? Aquela mamadeira plástica, fria, como um peito-robô, me substituindo?? Resultado: complemento desde um mês de vida e desmame aos 4 meses. Vocês não imaginam o que eu sofri por dentro, comigo mesma até aceitar que o NAN iria alimentar a minha filha igual. Que ela não pegaria viroses, doenças e alergias por não ter sido amamentada (vacina pneumococo, oi?) atéééé sabe Deus quando.

Enfim, o intuito desse post é alertar as futuras mamães para não se sentirem “forçadas” a amamentar, e sim deixarem a natureza fazer o trabalho dela. Procurar não pensar nisso, nem ficar escutando certos conselhos (acho que o bebê tá com fome! Teu leite não será fraco affffff?). Sem ansiedade nem data prévia pro desmame. A culpa é inimiga das mães.

UPDATE: A querida Roberta, do blog Braços de Polvo e Coração de Manteiga_ que também é mãe de uma Alice fofíssima_ também passou pela mesma situação, mas teve UM FINAL FELIZ!!!! Para ler o post da Roberta, clique aqui.

Pampers Total Confort

Antes de engravidar, eu não conhecia nenhuma fralda descartável. Para mim, não passavam de embalagens grandes e coloridas que dividiam o corredor do super com os cotonetes. Eu sequer havia pego uma na mão. Na hora do Chá de Fraldas, perguntei para as amigas que já são mães qual era a melhor. A maioria falou na Turma da Mônica. Então lá fui eu pedir que as fraldas fossem dessa marca. Para minha surpresa, uma das convidadadas me deu esse pacote verde de Pampers aí de cima. Tá, bebê nasceu e a mamãe aqui super pegou intimidade com as fraldas. Quando abri o pacote dessa Pampers…GAMEI NA HORA! Pra começar, a fralda é linda: tem desenho de vaquinha, gatinho, cachorrinho, centopéia…uma fofura. E o melhor é que ela não tem uma cobertura plástica por fora como as da Mônica. Ela deixa o bumbum e a pêre respirarem. Resultado: virou a minha fralda preferida!! Uso ela só para dormir, afinal ganhei 67 pacotões de fralda da Mônica. Assim que terminarem as fraldas que tenho guardadas, vou comprar só Pampers Total Confort. Mas ATENÇÃO NOVAS MAMÃES: a Pampers do pacote vermelho não é tão boa !!!! Bom, essa foi a MINHA opinião sobre as fraldas, mas vou adorar saber o que as outras mamães pensam. E você, qual é a sua fralda preferida?

Dior for Baby

Peraí, deixa eu respirar!

Uuuufa!!

O que é esse porta joias para bebês da Dior? Desde que eu vi pela primeira vez, fiquei apaixonada!! Não existe lugar mais apropriado para guardar todas as joias que as menininhas ganham de presente. Uma pena que custa 93 EUROS!!

Enfeite de Porta